Protestos deixam dezenas de feridos e detidos na Bolívia

Da Agência Ansa

Confrontos entre policiais e manifestantes, descontentes com as reformas estatais, deixaram ao menos nove feridos e 29 detidos na região de Cochabamba, na Bolívia, segundo dados oficiais.

A confusão teve início quando forças policiais usaram bombas de gás lacrimogêneo para tentar dispersar manifestantes que bloqueavam uma importante estrada local, que liga a capital, La Paz, a El Alto.
 
Sindicalistas dizem que o número de detentos pode ultrapassar 60.

Os incidentes foram registrados no primeiro dia de uma paralisação de 72 horas convocada pela Central Operária Boliviana (COB), que até então era aliada ao presidente Evo Morales.

O descontentamento foi causado após o presidente ratificar uma série de normas que resultaram no fechamento da empresa estatal Enatex, que passava por problemas financeiros, além de mudanças no funcionamento de outras estatais, assim como dos direitos dos funcionários públicos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos