Após renúncia de Cunha, Serraglio desmarca sessão na CCJ para analisar parecer

Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil

O presidente da Comissão de Consituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, Osmar Serraglio (PMDB-RJ) desmarcou a sessão da comissão marcada para a próxima segunda-feira (11), que iria analisar o parecer de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pedindo a anulação da votação do Conselho de Ética, que decidiu pedir a cassação do mandato de Cunha.

Nova reunião foi marcada para a próxima terça-feira (12). Serraglio justificou o adiamento em razão da renúncia de Eduardo Cunha.

O cancelamento foi anunciado durante a reunião de líderes partidários para tratar do processo sucessório da Casa. Durante a reunião, o líder do Pros e ralator do recurso na CCJ, Ronaldo Fonseca (DF) disse que o próprio Cunha aditou o recurso em trêmite na comissão.

No pedido, Cunha pede que seu processo seja devolvido ao Conselho de Ética. O peemedebista argumentou que o processo tramitou levando em conta a sua condição de presidente da Casa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos