Ministro define normas para alimentação saudável em unidades da Saúde

Paula Laboissière - Repórter da Agência Brasil

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, assinou hoje (7) portaria que define as diretrizes para Promoção da Alimentação Adequada e Saudável em unidades da pasta em todo o país.

As normas abrangem tanto as refeições disponibilizadas no restaurante do ministério quanto nas cantinas, além das refeições dos eventos realizados pelo órgão.

A maior parte da oferta deve ser de alimentos dos seguintes grupos: cereais, raízes e tubérculos, verduras e legumes, frutas, castanhas e outras oleaginosas, leite e derivados, carnes, ovos e pescados.

Adesão

Também fica proibida a venda, promoção, publicidade ou propaganda de alimentos industrializados ultraprocessados com excesso de açúcar, gordura e sódio e prontos para o consumo.

A intenção da pasta é estender as regras aos demais órgãos e entidades da administração direta federal. O ministro também deve apresentar proposta para mudança legislativa a ser aplicada às escolas públicas e privadas.

"Vamos tentar adesão a essa política por parte de todos os que patrocinam alimentação com recursos públicos. Procuraremos convencer o governo", concluiu Ricardo Barros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos