Tribunal questiona CPTM sobre licitações para manutenção de trens

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE) enviou um documento para a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) questionando possíveis irregularidades em seis licitações para a manutenção de 196 trens, em 2013, que totalizavam mais de R$ 600 milhões. O documento com as questões do conselheiro Antonio Roque Citadini foi publicado no Diário Oficial. Os itens foram elencados com base em informações de empresas que perderam as licitações. As vencedoras foram a empresa espanhola CAF e o consórcio TMT.

O TCE pede uma relação de todas as empresas que realizaram visitas técnicas, conforme o previsto na licitação; questiona o fato e que os contratos foram fechados em março de 2013 sendo que as propostas dos vencedores tiveram como data base novembro de 2011; por que foi adotada o critério técnica e preço para a contratação, sendo que em momentos anteriores outros critérios foram levados em conta; a vigência de quatro anos do contrato, sendo que a lei determina a anuidade.

O TCE também questionou sobre pagamentos à Concessão da Linha 4-Amarela do Metro.

A CPTM foi procurada, mas ainda não respondeu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos