COI diz que Rio está pronto para receber o mundo para os Jogos Olímpicos

Vinicius Lisboa - Repórter da Agência Brasil

A presidenta da Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos Olímpicos, Nawal El Moutawakel, informou hoje (11) que a cidade está pronta para "receber o mundo". Texto publicado nesta segunda-feira no site da entidade revela as avaliações da campeã olímpica marroquina, a 25 dias da abertura dos jogos.

Para Nawal El Moutawakel,os cenários do Rio são os melhores para os atletas mostrarem talentoArquivo/Fernando Frazão/Agência Brasil

"O Rio de Janeiro está pronto para receber o mundo. Os atletas olímpicos de 2016 podem esperar morar em uma Vila Olímpica incrível e competir em instalações absolutamente deslumbrantes", disse Nawal El Moutawake, que considerou as estruturas na Barra e Deodoro "no estado da arte" e destacou as belezas naturais da cidade.

"Não consigo imaginar cenários mais espetaculares para os melhores atletas mostrarem seus talentos para o mundo".

A presidente acompanhou a preparação dos jogos desde 2009 e realizou as vistorias finais nos últimos dias. Ela afirmou que os brasileiros conseguiram "transformar a cidade por meio de uma visão de legado que eles tornaram realidade". "Não apenas por entregarem todas as arenas e serviços que os jogos requerem a tempo, mas também criando um legado que vai beneficiar os cidadãos locais e todo o país por décadas", acrescentou.

No texto, a representante do COI afirmou que as arenas estão recebendo os últimos retoques antes da chegada dos atletas, o que ocorrerá em cerca de duas semanas. Nawal lembrou que a Linha 4 do metrô está em fase final de testes e vai operar durante os jogos, junto com os ônibus do BRT.

Zika

Na análise sobre a preparação do Rio para os jogos, ela disse ter discutido as preocupações com o vírus Zika durante suas últimas inspeções. De acordo com o COI, a Organização Mundial de Saúde não recomendou restrições de viagem aos países em que há transmissão do vírus Zika, e que as autoridades e organizadores destalharam ações para minimizar os riscos de contágio. "Também foi pontuado que os jogos ocorrerão nos meses de inverno de agosto e setembro, quando o clima mais seco e ameno reduz fortemente a presença de mosquitos e, com isso, o risco de infecção."

Segurança

Conforme o texto, 85 mil agentes vão atuar durante os jogos, com o apoio de forças de 55 países, "garantindo a segurança da Vila Olímpica, das arenas esportivas e da infraestrutura, assim como dos aeroportos e principais vias da cidade."

Qualidade da água

Uma das questões mais criticadas na preparação para os jogos, a qualidade da água na Baía de Gunabara e na Lagoa Rodrigo de Freitas deve estar "em condições de alto nível para os atletas", segundo organizadores afirmaram à presidente. A Lagoa receberá competições de remo, e a baía, as de vela. Ela afirma que as intervenções no entorno da Marina da Glória já mostram efetividade, melhorando a qualidade da água na região.

Cariocas

Nawal elogiou os cariocas, e os brasileiros de modo geral, como pessoas calorosas e hospitaleiras. "Os espectadores visitando o Rio em agosto poderão experimentar plenamente esse espírito, à medida que forem às arenas, visitar os live sites (locais com festa e transmissão das competições) e descobrirem a cidade."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos