Sepultamento de estudante morto na UFRJ será nesta quinta-feira no Pará

Vladimir Platonow - Repórter da Agência Brasil


O sepultamento do estudante Diego Vieira Machado, encontrado morto no campus da Ilha do Fundão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na zona norte da cidade, será sepultado amanhã (14), em Aracá, no Pará O corpo será trasladado hoje  (13), de avião, para Belém, às 23h35,  com chegada prevista para as 03h10 na capital do estado, de onde seguirá para Aracá.

A UFRJ tem mantido contato com a família do estudante. Para acompanhar o funeral, sairão do Rio de Janeiro o pró-reitor de Graduação da universidade, Eduardo Serra, duas amigas e uma prima de Diego, moradoras da residência estudantil. Na segunda-feira (11), a Reitoria da UFRJ enviou um ofício à Secretaria de Estado de Segurança do Rio, oferecendo apoio para a realização dos exames laboratoriais de necrópsia do estudante, devido à falta de insumos no Instituto Médico Legal (IML), órgão do estado.

Na semana passada, a prefeitura da UFRJ cedeu imagens das câmeras de segurança do campus, para contribuir com as investigações sobre a morte de Diego, que cursava letras. O sepultamento será no Cemitério de São Joaquim, na Comunidade de Centro Alegre, com horário previsto para meio-dia. O corpo foi encontrado no dia 2 de julho e a morte pode ter sido causada por  intolerância, pois Diego era assumidamente gay, além de negro e nortista. Até o momento, as investigações ainda não apontaram os motivos da morte do estudante.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos