MP da Bahia investiga fraudes em licitações em quatro municípios

Sayonara Moreno - Correspondente da Agência Brasil

Cinco mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão foram cumpridos hoje (14) pela Operação Adsumus, nos municípios baianos de Santo Amaro, Lauro de Freitas, Camaçari e Salvador.

A operação, deflagrada pelo Ministério Público da Bahia (MPBA), investiga um esquema de fraudes em licitações, crimes de peculato e lavagem de dinheiro. As investigações preliminares apontam que os crimes foram cometidos por uma organização criminosa que envolve empresários e servidores da Prefeitura de Santo Amaro, município do Recôncavo Baiano.

Segundo o MPBA, as ações criminosas teriam surgido na Secretaria Municipal de Obras e eram feitas com o consentimento do vice-prefeito da cidade, Leonardo Pereira.

Desde 2011, os empresários e os agentes públicos envolvidos no esquema movimentaram milhões de reais em contratos de obras públicas, que tinham a conclusão postergada sem justificativa. Conforme as investigações, um grupo específico de empresas era favorecido em licitações para vender à prefeitura materiais de construção e máquinas alugadas.

O nome Adsumus refere-se a uma expressão em latim que significa "aqui estamos" e reflete a disponibilidade do grupo investigado a participar do esquema criminoso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos