Academia Brasileira de Letras decreta luto pela morte de Sábato Magaldi

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

O hisoriador e crítico teatral Sábato Magaldi, de 89 anos. ocupava a Cadeira 24 da ABLDivulgação/ABL

A Academia Brasileira de Letras (ABL) determinou três dias de luto em que a bandeira da entidade ficará hasteada a meio mastro, em reverência ao crítico teatral, teatrólogo, jornalista, professor, ensaísta e historiador Sábato Magaldi.

Quinto ocupante da Cadeira 24 da ABL, Magaldi morreu na noite de ontem (14), aos 89 anos, no Hospital Samaritano, em São Paulo. Ele estava internado desde o último dia 2 com quadro séptico e insuficiência renal, agravados por comprometimento pulmonar.

O corpo do intelectual está sendo velado no Cemitério Memorial Parque Paulista,  Jardim Mimás Embu Arte, ao sul da Grande São Paulo, onde será cremado às 15h. As cinzas deverão ser levadas para o o mausoléu da ABL, no Cemitério São João Batista, no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro.

Em nota, o presidente da ABL, acadêmico e professor Domício Proença Filho, afirmou que Sábato " era o próprio teatro na ABL. Para nós, há que lamentar a perda e, para o teatro, o desaparecimento de um de seus mais brilhantes representantes".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos