Obama diz que terrorismo é ameaça a todos e compromete-se a ajudar a França

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

Ataque em Nice foi "um ataque terrível à liberdade

e  à  paz",  diz  o presidente Barack ObamaAgência Lusa/EPA/Michael  Reynolds/Direitos  Reservados

Um dia depois que um caminhão dirigido por um franco-tunisiano matou pelo menos 84 pessoas em Nice, no Sul da França, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou hoje (15) que a tragédia foi um "ataque terrível à liberdade e à paz".

"Os corações dos americanos estão com o povo da França", disse Obama durante uma cerimônia na Casa Branca, em homenagem a membros do corpo diplomático. A cerimônia estava programada para ser privada, mas posteriormente foi aberta à imprensa.

A dois dias da convenção nacional que deve indicar o bilionário Donald Trump como candidato do Partido Republicano à Presidência dos Estados Unidos, marcadas para novembro, Obama fez questão de dizer que conversou com o presidente da França. François Hollande, e que este o lembrou que o país europeu é o aliado mais antigo dos norte-americanos em todo o mundo.

"Nós devemos a nossa liberdade um ao outro", disse Obama. "Comprometemo-nos a nos juntar a nossos amigos franceses e defendermos nossas nações contra o flagelo do terrorismo e da violência. Esta é uma ameaça para todos nós", afirmou o chefe do governo americano.

O terrorismo foi um dos temas mais citados durante toda a campanha dos pré-candidatos republicanos e democratas. Donald Trump, que venceu a disputa entre os republicanos, costumava atacar a política externa de Obama por entender que não era dura o suficiente contra o terrorismo.

Os constantes ataques do terrorismo ocorridos nos últimos meses, em vários países, devem ser mencionados novamente por Trump durante a convenção nacional do Partido Republicano, que começa na segunda-feira (18) e vai até quinta-feira (21).

A convenção será realizada na arena de Quicken Loans, em Cleveland, estado de Ohio. Além de aprovar os nomes dos candidatos a presidente e a vice-presidente, a convenção vai ratificar a plataforma de propostas a ser executada por um possível futuro governo republicano.

Trump informou, em sua conta no Twitter, que o governador do estado da Indiana, Mike Pence, será o candidato a vice-presidente em sua chapa, na eleição de novembro deste ano. "Tenho o prazer de anunciar que eu escolhi governador Mike Pence como meu candidato vice-presidencial", disse Trump na mensagem.

Falando das organizações terroristas que agem em vários países, Obama disse que os Estados Unidos não vão ceder às ameaças de grupos como o Estado Islâmico. "Vamos destruir essa organização terrorista vil", afirmou Obama.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos