Mais um policial militar é morto no Rio

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O major reformado da Polícia Militar (PM) Max Alexandre Geraldo de Souza, 43 anos, foi assassinado a tiros na madrugada de hoje (18) ao ser abordado por criminosos próximo da entrada da Favela do Dique, na divisa dos municípios de Duque de Caxias e São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

De acordo com a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, o militar pode ter sido confundido com traficantes de uma facção rival. O major Max Alexandre levou tiros de fuzil e pistola automática e ainda chegou a ser socorrido no próprio carro para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Nota

Com a morte do major Max, sobe para 61 o número de policiais militares mortos desde o início do ano em confronto com criminosos ou vítimas de emboscada no Rio de Janeiro.

Por meio de nota, a PM informou que "é sempre com pesar que a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro recebe a notícia do falecimento de seus policiais militares. O comando da corporação está dedicado a prestar todo apoio à família desse policial, além de prestar as últimas homenagens a ele. Além disso, a PM concentra todos os seus esforços na busca e captura dos envolvidos no crime".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos