Anac reajusta em 8,02% tarifas do Aeroporto Internacional de Brasília

Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou o reajuste das tarifas do Aeroporto Internacional de Brasília. Os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros, de pouso e permanência de aeronaves foram reajustados em 8,0281% e os tetos das tarifas de armazenagem e capatazia de cargas foram reajustados em 8,8437%. As novas tarifas poderão ser praticadas somente 30 dias após a divulgação pela concessionária.

Com a alteração dos valores, a tarifa máxima de embarque doméstico paga pelos passageiros passará de R$ 25,73 para R$ 27,79, já considerando o Adicional de Tarifa Aeroportuária (Ataero), que é destinado ao Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC).

A tarifa máxima de embarque internacional passará de R$ 105,63 para R$ 109,28, também com a inclusão do Ataero e do Adicional do FNAC de US$ 18,00.

Segundo a Anac, o reajuste foi aplicado sobre os tetos de 2015, considerando a inflação acumulada entre junho de 2015 e junho de 2016, medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) observada no período.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos