Prefeitura de SP prorroga contrato com empresas de ônibus

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

Sem conseguir fazer uma nova licitação, a prefeitura de São Paulo prorrogou os contratos das empresas de ônibus da cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Transportes, a prorrogação, publicada ontem (21) no Diário Oficial do município, valerá por até doze meses. Os contratos, no entanto, poderão ser rescindidos caso o processo licitatório do novo sistema esteja concluído nesse prazo.

Há um ano, a prefeitura paulistana anunciou que faria nova licitação para o sistema de transporte coletivo sobre rodas com o objetivo de aumentar o número de viagens de ônibus na cidade. O contrato de concessão teria validade de 20 anos e previa o aumento de até 24% da oferta de viagens, em comparação com o sistema atual, e aumento de 13% de assentos disponíveis. No entanto, em outubro de 2015, o Tribunal de Contas do Município suspendeu a licitação e só liberou o certame no começo deste mês. Agora, a prefeitura poderá retomar o processo licitatório.

Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes informou que os "novos aditamentos estão em processo de assinatura, os quais determinam a prorrogação dos contratos de concessão das áreas 1, 2, 3, 5, 6, 7 e 8 do subsistema estrutural municipal de transporte coletivo". Em algumas áreas os contratos não foram prorrogados porque os anteriores não estavam vencidos.

Todas as linhas de ônibus da capital paulista são operadas por empresas privadas, num total de 15 mil veículos em mais de 1,3 mil linhas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos