Austrália considera inabitáveis instalações na Vila Olímpica

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

 

Problemas hidráulicos, elétricos e nas instalações de gás foram alegados pelo Comitê Olímpico Australiano para se recusar a hospedar seus atletas na Vila Olímpica, aberta neste domingo (24) pelo Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 para as delegações esportivas nacionais e estrangeiras.

De acordo com nota divulgada pelo Comitê Olímpico Australiano, as instalações reservadas a seus atletas estavam "inabitáveis".

O diretor de Comunicação do Comitê Rio 2016, Mário Andrada, disse à Agência Brasil que o comitê australiano divulgou comunicado alertando que ainda havia "problemas de construção" e que, por isso, os atletas só voltarão ao local "quando tudo estiver resolvido. Então, vai demorar mais uns dois dias".

Segundo Andrada, não houve mais problema com outras delegações. A Grã-Bretanha, por exemplo, não mudou de planos. "A equipe já está aqui, esperando pelos seus atletas."

A expectativa de Andrada é que, ainda hoje, cheguem à Vila Olímpica em torno de 600 atletas.

A Vila Olímpica foi entregue pelo prefeito Eduardo Paes ao Comitê Rio 2016 no último dia 15 de junho. Ela é composta por 17 prédios de 31 andares, totaliza 3.604 apartamentos e tem capacidade para receber quase 18 mil atletas e membros de equipes técnicas durante os jogos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos