PUBLICIDADE
Topo

Candidato ao exame da OAB em Salvador se entrega à polícia após ameaça de bomba

Sayonara Moreno - Correspondente da Agência Brasil

24/07/2016 19h15

Após quatro horas de negociação, um homem que ameaçava explodir bombas que teria no corpo se entregou à polícia, há pouco, em Salvador. Franklin Oliveira da Costa era um dos candidatos ao Exame Nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no prédio de uma universidade particular, na avenida Paralela, e teria ordenado que todos saíssem do edifício, ameaçando detonar as bombas que estaria carregando, além de ter uma arma de fogo. Em nota, a OAB Bahia, informou que, em decorrência do ocorrido em Salvador, a Coordenação Nacional do Exame de Ordem e a Fundação Getúlio Vargas "resolvem suspender a aplicação do Exame exclusivamente neste município, sem prejuízo aos demais locais de realização das provas". Além disso, informou que qualquer nova decisão será comunicada aos candidatos envolvidos. Segundo o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) - que fez as negociações - não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com Franklin. Após se entregar, ele foi encaminhado para atendimento médico e, em seguida, será ouvido no Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), na capital baiana. Em nota, a Secretaria se Segurança Pública (SSP) da Bahia declarou que "informações preliminares dão conta de que o caso se trata de um fato isolado, sem conexões com terrorismo". A SSP Bahia acrescentou que ainda não há informação sobre a motivação das ameaças e não há feridos.