Cápsula do tempo é aberta e revela cartas de estudantes de apoio à Olimpíada

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

Alunos do Ginásio Experimental Olímpico (GEO) Juan Antonio Samaranch desenterram mensagens escritas em 2013 para a Rio 2016Divulgação/Secretaria Municipal de Educação 

A estudante Helena Stella da Silva Miranda, 14 anos, do 9º ano do ensino fundamental, surpreendeu-se hoje (28) durante a abertura de uma cápsula do tempo com 354 cartas escritas por alunos, professores e funcionários do Ginásio Experimental Olímpico (GEO) Juan Antonio Samaranch, em Santa Teresa, e pelo presidente do Comitê Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman. A cápsula foi enterrada no dia 9 de novembro de 2013, comemorando a marca dos mil dias para o início dos Jogos Olímpicos do Rio.

Helena disse que ficou muito feliz em reler sua mensagem que, como as demais, visava dar apoio aos atletas olímpicos brasileiros na Rio 2016. Há três anos, ela escreveu que queria ser uma atleta do handebol e participar de uma olimpíada. "Estou conseguindo ir bem na escola, tiro boas notas e vou continuar treinando handebol", disse hoje.

A cerimônia de abertura da cápsula teve a participação da ex-atleta do vôlei de praia Karina Lins e Silva, que conduziu uma réplica da tocha olímpica, e da secretária municipal de Educação, Helena Bomeny. "Foi emocionante ver a garotada do GEO dizendo que, este ano, gostaria de superar todas as expectativas, o que estavam conseguindo em termos de atletismo, e queriam que o colégio contribuísse para eles terem sucesso na vida. E o colégio contribuiu efetivamente", disse a gestora,

Segundo disse a secretária, muitos alunos do GEO da época em que as mensagens foram escritas foram aprovados para escolas concorridas, como o Colégio Pedro II e a Marinha, por exemplo. "É o reconhecimento dos alunos da importância da escola na vida deles."

Valores olímpicos

Durante o evento, Karina Lins e Silva conversou com os estudantes sobre valores olímpicos que o colégio cultiva, como responsabilidade, respeito aos colegas e competitividade saudável.

O GEO Juan Antonio Samaranch é um dos quatro ginásios experimentais olímpicos da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro. Os outros estão localizados nos bairros do Caju, no centro; Ilha do Governador, na zona norte da cidade; e Pedra de Guaratiba, zona oeste. O GEO de Santa Teresa foi a primeira escola pública a ganhar, por dois anos consecutivos, uma competição intercolegial do Rio.

A secretaria municipal pretende abrir mais uma escola desse tipo em 2017, como legado da Olimpíada Rio 2016. "Alguns equipamentos do Parque Olímpico vão virar escolas nossas e um deles, certamente, será um ginásio olímpico". A intenção é que o novo GEO fique seja instalado em Jacarepaguá, na zona oeste. "É um modelo de escola que deu muito certo", disse Helena Bomeny.

As mensagens da cápsula do tempo aberta hoje foram expostas em um varal na escola.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos