Estado Islâmico foge em massa de Mosul, diz ministro da Defesa do Iraque

Da Agência Sputnik Brasil

Vários líderes do Estado Islâmico (EI) fugiram com suas famílias de Mosul, no norte do Iraque, na perspectiva de uma ofensiva das forças de segurança iraquianas, segundo afirmou hoje (30) o ministro da Defesa do Iraque, Khaled al-Obaidi.

Segundo ele, a organização jihadista também é atormentada por lutas internas cada vez mais fortes, principalmente relacionadas com questões financeiras.

"Muitas famílias de membros do Estado Islâmico e chefes instalados em Mosul venderam suas propriedades e fugiram para a Síria, e alguns até mesmo tentaram voltar à região (do Curdistão iraquiano)", disse ele durante uma entrevista.

O Estado Islâmico perdeu pelo menos metade dos territórios iraquianos sobre os quais havia assumido o controle em 2014.

Os combatentes jihadistas que ainda permanecem em Mosul, a maior cidade sob o controle do EI,  provavelmente não chegam a dez mil, anunciou a agência Sputnik.

O governo iraquiano espera mobilizar até 30 mil soldados durante a ofensiva que atualmente está em fase de preparação, e que deverá ser lançada com o apoio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos