Ministro diz que equipe de segurança dos Jogos é a maior em um evento no Brasil

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

Segundo o ministro do Esporte, Leonardo Picciani, 88 mil homens das forças de segurança vão atuar na Rio 2016Roberto Castro/ME

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, disse hoje (1°), no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, que o Brasil está cumprindo protocolos de segurança adequados à realização da Rio 2016 e que o efetivo empregado nos Jogos será o maior já utilizado em um megaevento no país. Segundo Picciani, serão 88 mil homens das forças de segurança.

"Nos preparamos para ter os Jogos Olímpicos com extrema segurança e os Jogos no Rio de Janeiro serão seguros", disse o ministro após apresentação do Coral Infantil Coração Jolie, formado por 26 crianças refugiadas que vivem no Brasil, na cerimônia oficial da Trégua Olímpica, na Vila dos Atletas.

O Ministério do Esporte, segundo Picciano, repassou R$ 76 milhões para o Ministério da Defesa custear parte da operação de segurança no Rio de Janeiro durante os Jogos. "O governo do estado do Rio solicitou que as Forças Armadas pudessem atuar também no policiamento da cidade, o que foi atendido prontamente pelo presidente Michel Temer e pelas Forças Armadas. Esse valor saiu da pasta do Esporte para essa finalidade", destacou.

Picciani disse que os brasileiros podem se orgulhar da Olimpíada do Rio e que devem passar para o mundo "uma mensagem de hospitalidade, de braços abertos do Brasil, mas também uma mensagem de paz mundial, de tolerância, que o brasileiro convive com as diversas origens étnicas, religiosas e que nós podemos dar essa demonstração para o mundo que no momento precisa tanto de exemplos como esse".

Sobre o desempenho dos atletas brasileiros na Rio 2016, o ministro disse acreditar que será a melhor participação brasileira em olimpíadas. "Temos a confiança de que faremos a nossa melhor atuação nos Jogos Olímpicos. O número de medalhas, a gente não pode precisar, porque esporte não é matemática, e se a gente soubesse o resultado antes de começar ficaria muito sem graça", brincou.

Coral de refugiados

O Coral Infantil Coração Jolie é mantido pela organização não governamental IKMR (I Know My Rights), com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) no Brasil e composto por crianças de sete diferentes nacionalidades.

Durante a cerimônia também foi inaugurado um mural no qual os frequentadores da Vila poderão deixar assinaturas e mensagens de apoio à Trégua Olímpica. A tradição da Trégua Olímpica remonta o século 9 a.C, na Grécia Antiga, quando um tratado foi assinado entre três reis para permitir que atletas, artistas e suas famílias pudessem viajar em segurança para assistir aos Jogos Olímpicos e retornar aos seus locais de origem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos