Emirates Airlines confirma que passageiros saíram ilesos de incidente em Dubai

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

O presidente da Emirates Airlines, o sheik Ahmed Bin Saeed Al-Maktoum, confirmou, em um vídeo no youtube , que não houve maiores problemas com os 282 passageiros e 18 tripulantes do Boeing 777 que pegou fogo hoje (3), logo após pousar no Aeroporto Internacional de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Ele garantiu que a empresa está dando toda a assistência aos ocupantes do avião e disse que, no momento, a maior preocupação é proporcionar o bem-estar dos envolvidos, que inclui dar informações aos parentes e amigos dos passageiros e da tripulação.

O voo EK521 tinha partido do Aeroporto Internacional de Trivandrum, em Thiruvananthapuram (Índia), rumo a Dubai. O incidente ocorreu às 12h45 (hora de Dubai). De acordo com informações da Agência Ansa com base em dados do site The Aviation Herald, houve um mau funcionamento do trem de pouso. A companhia aérea, no entanto, ainda não se posicionou sobre isso, argumentando que a prioridade é atender as pessoas envolvidas.

A empresa também ainda não divulgou os nomes dos dois brasileiros que estavam no voo que levava, em sua maioria, indianos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos