Justiça decreta prisão de boxeador namíbio acusado de tentativa de estupro

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

A Justiça do Rio de Janeiro decretou hoje (8) a prisão preventiva do boxeador namíbio Jonas Junias, de 22 anos, acusado de tentar estuprar nesse domingo (7) uma camareira na Vila Olímpica. Junias teria agarrado e beijado a funcionária da Vila, quando ela arrumava o quarto do boxeador.

Junias foi preso por policiais da Delegacia de Polícia Civil do Recreio (42a DP) e levado para o Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste da cidade. Este é o segundo caso de tentativa de estupro envolvendo boxeadores e camareiras dentro da Vila Olímpica.

Na semana passada, os policiais prenderam o boxeador marroquino Hassan Saada, também suspeito de tentar estuprar duas camareiras.

Jonas Junias, que compete na categoria até 64 quilos, tem sua luta marcada para quinta-feira (11), contra o francês Hassan Amzile.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos