Justiça colombiana anula punição contra Piedad Córdoba

Da Ansa Brasil

Em um gesto de paz, a Justiça colombiana decidiu anular a sentença contra a ex-senadora Piedad Córdoba que a impossibilitava de exercer cargos públicos por 18 anos.

"O Conselho de Estado abriu um caminho para a paz, para que a oposição não seja incriminada, nem julgada, por pensar diferente", escreveu a ativista colombiana em sua conta no Twitter. Em 2010, a Procuradoria Geral da Nação a afastou do Senado por suposto ligamento com o grupo guerrilheiro Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O organismo tomou a decisão após avaliar documentos encontrados no computador pessoal da colombiana atribuídos ao ex-número 2 das Farc Raúl Reyes, morto em uma operação do Exército em 2008. As provas mais tarde foram consideradas inválidas.

Para o presidente do Conselho de Estado, Danilo Rojas, "a Procuradoria Geral da Nação infringiu o direito fundamental ao devido processo". Em ações humanitárias, Córdoba mediou e ajudou a libertar diversos dirigentes políticos feitos reféns pelas Farc nos últimos anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos