Justiça solta boxeador da Namíbia acusado de tentativa de estupro na Rio 2016

Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil

O boxeador da Namíbia Jonas Junius, 22 anos, acusado de tentar estuprar uma camareira na Vila dos Atletas, no início da semana, foi solto hoje (11) pela manhã após decisão do Plantão Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio, tomada ontem (10), e deve participar da luta marcada para logo mais às 18h, contra o lutador francês Hassan Amzile, na categoria até 64 quilos.

Junius passou por todos os exames, como pesagem e procedimentos técnicos para participar da luta, no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, após conseguir o alvará de soltura.

O lutador namíbio foi preso no domingo (7). No dia seguinte, a juíza Rose Marie Pimentel Martins, do Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Rio, converteu a prisão em flagrante em prisão preventiva.

Outro caso

Na sexta-feira passada (5), outro atleta da Rio 2016, o marroquino Hassan Saada, também foi preso acusado de assediar sexualmente uma camareira na Vila Olímpica. Saada foi solto ontem (10) por determinação do Superior Tribunal de Justiça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos