Justiça decreta prisão de diretores de empresa por venda ilegal de ingressos

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Quatro diretores da empresa inglesa THG tiveram prisão decretada pela Justiça por suspeita de envolvimento em um esquema internacional de venda ilegal de ingressos. O nome dos diretores ainda não foi divulgado pela Polícia Civil.

Dois funcionários da empresa, entre eles um diretor e uma intérprete, já tinham sido presos em flagrante pela Delegacia de Defraudações da Polícia Civil, com mil ingressos que estavam sendo comercializados por preços elevados. Ao todo, seis pessoas estão sendo investigadas no esquema.

A THG (The Hospitality Group) é especializada no comércio de ingressos esportivos e receptividade executiva em grandes competições. O presidente da empresa, James Sinton, já tinha sido investigado por cambismo (venda de ingressos por preços acima do permitido) na Copa do Mundo de 2014.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos