Mulher de 66 anos recebe coração de técnico alemão morto em acidente no Rio

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Uma mulher de 66 anos, cuja identidade não foi divulgada, recebeu o coração do técnico alemão Stefan Henze, morto em um acidente de carro no Rio de Janeiro, na última segunda-feira (15). A cirurgia ocorreu ontem (16) no Instituto Nacional de Cardiologia (INC), na zona sul da cidade do Rio.

De acordo com o INC, a receptora do órgão transplantado tem um quadro de saúde estável. De acordo com o Programa Estadual de Transplantes, depois da morte encefálica do alemão, a família autorizou a doação de seus órgãos.

Além do coração, foram captados os rins e o fígado de Henze. O destino dos rins e do fígado não foram informados. Medalhista de prata em Atenas (2004), Stefan Henze veio ao Rio para participar dos Jogos Olímpicos como técnico da equipe de canoagem slalom.

Na semana passada, o táxi em que Henze estava sofreu um acidente na Avenida das Américas, na Barra da Tijuca, deixando ele e outro membro da comissão técnica alemã, Christian Käding, feridos. Käding teve apenas ferimentos leves e foi liberado do hospital no mesmo dia. Já Henze ficou internado três dias no Hospital Miguel Couto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos