Papa manifesta "grande dor" por terremoto na Itália; Igreja libera recursos

Da Agência Ansa

Em sua audiência geral desta quarta-feira (24), o papa Francisco manifestou "grande dor" pelo terremoto que "devastou zonas inteiras e deixou mortos e feridos" na região central da Itália. O pontífice disse ter ficado "fortemente comovido" ao saber que a cidade de Amatrice foi destruída e que há crianças entre os mortos.

"Exprimo minha proximidade às pessoas presentes em todos os lugares atingidos pelo tremor, a todas as pessoas que perderam entes queridos e àquelas que ainda se sentem afetadas pelo medo", acrescentou.

A Conferência Episcopal Italiana determinou a imediata destinação de 1 milhão de euros (R$ 3,66 milhões) para as operações de socorro nas áreas atingidas pelo terremoto.  O dinheiro será usado para cobrir necessidades especiais e atender às primeiras emergências. A entidade também fará uma arrecadação em todas as igrejas do país em 18 de setembro, quando ocorre o 26º Congresso Eucarístico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos