Prêmio revela novos talentos do fotojornalismo europeu

Da Agência Sputnik

O único concurso internacional russo para jovens jornalistas em homenagem a Andrei Stenin já tem os resultados divulgados. O Grande Prêmio de 2016 vai para o jovem fotógrafo italiano Danilo Garcia di Meo, com a série fotográfica "Letizia, história de uma vida invisível", que trata de uma jovem com paralisia. Além das obras de Di Meo, outros jovens fotógrafos de todo o mundo foram premiados no concurso. A exposição com as imagens vencedoras é uma referência do fotojornalismo contemporâneo.

Fotografia de Balazs Beli, da Hungrua, é uma das vencedoras do Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei SteninBeli Balazs/ Prêmio Internacional de Fotojornalismo Andrei Stenin

Apreciadores da fotografia podem aproveitar para ver na exposição imagens únicas. Entre elas, a série de fotos dos documentos estragados e rasgados dos migrantes, achados perto da fronteira húngaro-sérvia em agosto de 2015, feitas pelo jornalista eslovaco Robert Tapert; os rostos dos jovens alunos da Academia militar Suvorov, de Pavel Volkov; as imagens reluzentes de um acampamento de pastores de renas, do russo Dmitry Tkachuk.

O trabalhos podem ser vistos em exposição no Museu de Moscou, entre 31 de agosto a 11 de setembro. A entrada é gratuita.

Letizia

Ruth Eichhorn, membro do Júri do concurso, redatora fotográfica da revista GEO, comentou a escolha do júri para o grande prêmio."O júri não pode ficar invulnerável frente à carga emocional, ao caráter profundo de cada imagem desta série. A série conta da vida de uma jovem mulher que sofre de paralise cerebral. O bom coração e o bom gosto do fotógrafo ajudam a mostrar a beleza e a força desta jovem mulher. Nós, os espectadores, começamos a entender que o seu maior desejo é viver como vive a gente sã. O que nós vemos não são imagens desoladoras dos sofrimentos de uma jovem mulher com deficiência, senão um conto sobre os momentos felizes que acontecem na sua vida", explicou.

O júri considerou que o trabalho de Danilo Garcia di Meo é uma "trama extremamente íntima com um forte imaginário". "O fotógrafo provou a sua capacidade de captar detalhes expressivos. Apesar do seu caráter íntimo, este conto é também um conto sobre a vida de muitas pessoas que sofrem dessas ou de outras enfermidades", disse Ruth.

Série de imagens sobre jovem com paralisia, do fotógrafo italiano Danilo Di Meo, é a vencedora do Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei SteninDanilo Garcia Di Meo/ Concurso Internacional de Fotojornalismo Andrei Stenin

Durante a cerimônia solene de condecoração e inauguração da exposição, o diretor-general da Agência Internacional de Notícias Rossiya Segodnya, Dmitry Kiselev, afimou que é uma honra e um prazer descobrir novos nomes de fotógrafos "que já agora começam a definir o vetor futuro do desenvolvimento do fotojornalismo".

A exposição traz mais de 200 trabalhos dos melhores jovens fotógrafos do mundo. Para conhecer as informações completas sobre os vencedores e os seus trabalhos na seção, acesse o site da premiação  .

O concurso internacional de fotojornalismo Andrei Stenin tem como por finalidade apoiar os jovens fotógrafos e atrair a atenção pública às tarefas do fotojornalismo contemporâneo. O concurso é a única plataforma na Rúsisa em que a comunidade fotográfica internacional revela novos nomes no fotojornalismo, apoia e fomenta os seus altos padrões, forma os critérios de qualidade da fotografia documental na Rússia e no mundo. Em 2016, o concurso se tornou a maior plataforma de concursos fotográficos, ao reunir cerca de 6 mil trabalhos de 71 países do mundo, inclusive a Rússia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos