Quatro manifestantes continuam detidos após protesto contra Temer em SP

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

Permanecem detidos hoje (3) em São Paulo quatro manifestantes que participaram nesta sexta-feira à noite de protesto que pedia a saída do presidente Michel Temer. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), três rapazes estão na carceragem do 91º distrito policial (DP), na Vila Leopoldina, zona Oeste, e uma mulher no 89º DP, no Morumbi, zona Sul.

Um grupo de oito manifestantes foi detido durante o protesto, dentre eles, quatro adolescentes. De acordo com a Polícia Militar, o grupo foi encaminhado ao 14º Distrito Policial, no bairro de Pinheiros, na zona Oeste, onde foram registrados boletins de ocorrência por dano, desacato, danos qualificados ao patrimônio público e dano qualificado de grande prejuízo. Os adolescentes já foram liberados.

A manifestação teve início por volta das 18 horas no Largo da Batata, na zona Oeste. Eles protestavam pelos direitos dos negros, especialmente das mulheres negras, e pediam a saída de Temer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos