Gilmar Mendes sugere usar horário de Brasília como padrão para as eleições

Ivan Richard - Repórter da Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, disse que a Corte precisa repensar a forma de lidar com o fuso horário nas eleiçõesMarcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse hoje (6) que a Corte precisa repensar a forma de lidar com o fuso horário nas eleições. Para Mendes, o atraso na divulgação do resultado das últimas eleições presidenciais devido ao fuso horário do Acre provocou "celeuma" e "efeitos deletérios". A sugestão do presidente seria estabelecer o horário de Brasília como padrão.

"Vamos ter que repensar isso. Sempre vamos ter esse zig zap que provocou insegurança. Todos sabem que isso provocou enorme celeuma e controvérsia", disse Mendes durante a cerimônia de lacração dos softwares que serão usados nas eleições municipais de outubro.

Na cerimônia, Mendes destacou o avanço tecnológico do sistema eleitoral brasileiro, que segundo ele trouxe segurança às eleições no país e superou antigas mazelas. Para o presidente do TSE, uma opção para acabar com "insegurança" criada com divulgação dos resultados em horários diferentes seria estabelecer o horário de Brasília como padrão. "Ter o início e fim conforme o Imposto de Renda, em que o horário de Brasília segue como regra para todo o país".


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos