Desfile cívico em Manaus tem participação de militares do Peru e da Colômbia

Bianca Paiva - Correspondente da Agência Brasil

O desfile cívico militar do Amazonas levou aproximadamente 10 mil pessoas ao sambódromo de Manaus no dia da Independência do Brasil.

O evento começou por volta de 8h15 da manhã com a apresentação de paraquedistas do Exército e da banda de música do Comando Militar da Amazônia (CMA). Além dos cerca de 4 mil homens das Forças Armadas do Brasil, participaram da parada militares do Peru e da Colômbia, países que fazem fronteira com o estado.

Houve ainda desfile de um grupamento de indígenas e de veículos motorizados do Exército, da Marinha, da Aeronáutica e do Corpo de Bombeiros. O evento durou cerca de uma hora e meia.

A maioria do público foi à solenidade para prestar uma homenagem ao país, como o engenheiro mecânico Sebastião Júnior. "Sempre acompanho o desfile militar porque é uma data cívica bastante importante para o nosso calendário e também para prestar uma homenagem a nossa pátria", diz.

O governador do Amazonas em exercício, Flávio Pascarelli, que é presidente do Tribunal de Justiça do estado, ressaltou a tranquilidade e organização do desfile. "Uma cerimônia tranquila, como era esperado, muito organizada, e as forças militares estão de parabéns. Foi um dia memorável para o Amazonas como todo dia Sete de setembro, onde o sentimento cívico aflora e o desfile militar motiva, isso é muito importante para a pátria", declarou Pascarelli.

Por causa da polêmica do abatimento da onça Juma, logo após um evento da passagem da tocha olímpica em Manaus, o Exército não exibiu, este ano, os felinos no desfile militar, como era tradição. Segundo o Comandante Militar da Amazônia, general Geraldo Antônio Miotto, o Exército ainda está investigando o caso.

"Essa ação foi tomada alguns dias depois do incidente. Foi uma determinação do Comando Militar da Amazônia. Essa é uma questão que vamos resolver mais tarde, mas o Exército continua com a sua missão de proteger a fauna e a flora. Em nossas operações, nós coibimos qualquer ilícito dessa forma", afirmou o general.

A programação da Semana da Pátria no Amazonas começou na semana passada com a benção e a corrida do fogo simbólico. Na segunda-feira (5) foi realizado o desfile escolar, também no Sambódromo, com um público de cerca de 30 mil pessoas. Ontem (6) foi a vez do Desfile Naval da Marinha, no Rio Negro, com a participação de embarcações do Peru e da Colômbia.

As festividades serão encerradas no final da tarde desta quarta-feira (7) na praia da Ponta Negra, onde o fogo simbólico da pátria será abafado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos