Carmen Migueles diz ser contra uso de arma de fogo pela Guarda Municipal do Rio

Da Agência Brasil

A TV Brasil começou hoje (9) sabatinas com os candidatos à prefeitura do Rio. A primeira entrevistada foi Carmen Migueles, do Partido Novo. A entrevista foi feita, ao vivo, no telejornal Repórter Rio, às 12h30. A candidata falou sobre escolas em tempo intgeral, segurança pública e saúde. 

A bancada de entrevistadores é formada pelas jornalistas Carla Ramos, da TV Brasil; Tâmara Freire, das Rádios EBC, e Vladimir Platonow, da Agência Brasil.

Escolas em tempo integral

Carmen Migueles se posicionou contra as escolas em tempo integral, uma das bandeiras do atual prefeito, Eduardo Paes, por não acreditar que a implementação dessa política seja possível. "O turno integral é um sonho de todo carioca, mas os estudos internacionais mostram que não há uma correlação entre qualidade na educação e horário integral. A Finlândia tem quatro horas de aula por dia. Se a gente focar na escola em turno integral, teremos que duplicar o número de prédios de escola no Rio, para colocar todo mundo. Não haverá recursos para fazer essa duplicação. Qualquer um que disser isso, vai estar mentindo", disse.

Segurança pública

Sobre a questão da segurança pública, Carmen Migueles disse que o papel da Guarda Municipal é se aproximar das famílias, com objetivo de evitar que os jovens se envolvam com drogas e tráfico. Ela frisou ser contra o uso de armas de fogo pela Guarda Municipal. "Não falta efetivo na rua. O volume de policiamento é muito grande e o ônus sobre as finanças do estado é gigantesco. O que falta são soluções de inteligência e integração. Está dentro da área da prefeitura o esforço de prevenção primária, integrando a Guarda com as comunidades e as famílias, para que a gente possa pegar a menina e o menino que estão entrando para o tráfico e trazê-los para uma parceria com a Secretaria de Educação e evitar que o tráfico continue recrutando esses jovens."

Saúde

Em relação à área da saúde, Carmen disse que o maior desafio é de gestão do sistema. "Antes de investir em novos prédios, novos hospitais, é importante otimizar a rede e garantir que funcione da melhor maneira possível. Se criarmos os prontuários informatizados, que conectem os pacientes de toda a rede, o cidadão pode ter acesso de onde tem médico pelo celular."

Entrevistas

Na próxima segunda-feira (12), será entrevistada a candidata Jandira Feghali (PCdoB). Na terça-feira (13), Pedro Paulo (PMDB); na quarta-feira (14), Thelma Maria (PCO); na quinta-feira (15), Cyro Garcia (PSTU); e Carlos Osório (PSDB), na sexta-feira (16). Na semana seguinte, serão entrevistados Alessandro Molon (Rede), no dia 19; Marcelo Crivella (PRB), no dia 20; Flávio Bolsonaro (PSC), no dia 21; Marcelo Freixo (PSOL), no dia 22, e Índio da Costa (PSD), no dia 23.

A TV Brasil pode ser sintonizada em sinal aberto no Rio de Janeiro no canal 2. Na Net, pelo canal 18; na Claro TV, canal 9; na Oi TV, canal 20; na Vivo TV, canal 181; e na SKY, canal 166.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos