Sete candidatos disputam prefeitura de Goiânia

Do Portal EBC

Sete coligações disputam a prefeitura de Goiânia. A capital de Goiás é administrada desde 2010 por Paulo Garcia (PT). Eleito em 2008 como vice na chapa liderada por Iris Rezende, o petista assumiu o cargo após o cabeça da chapa renunciar, em 2010, para concorrer ao governo do estado. Em 2012, Garcia foi reeleito.

Neste ano, a corrida pelo Paço Municipal conta com o ex-prefeito de Senador Canedo (GO), Vanderlan (PSB), a delegada Adriana Accorsi (PT) e a graduada em engenharia civil Djalma Araujo (Rede). A lista segue com o professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) Flavio Sofiati (PSOL), o também advogado e urbanista Francisco Junior (PSD), o pós-graduado em Direito Penal e Processo Penal, Delegado Waldir (PR) e também Iris Rezende (PMDB), que já foi ministro da Agricultura no governo de José Sarney.

O primeiro turno das eleições ocorrerá no dia 2 de outubro. Os 901 mil eleitores da capital goiana, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), poderão voltar às urnas no dia 30 de outubro caso haja segundo turno.

Vanderlan

O empresário Vanderlan Cardoso (PSB), de 53 anos, participa da disputa pela coligação Uma Nova Goiânia, formada por 12 partidos. Seu vice é Thiago Albernaz, do PSDB. Vanderlan foi eleito prefeito de Senador Caneado (GO) em 2004 e reeleito em 2008. Em 2010 e 2014 concorreu ao governo de Goiás e saiu derrotado.

Adriana Accorsi

Adriana Sauthier Accorsi, mais conhecida como Delegada Adriana Accorsi, tem 43 anos e está na Polícia Civil há 16 anos. É filha do professor e ex-prefeito de Goiânia, Darci Accorsi. Nasceu em Itapuranga, interior de Goiás, e é graduada em direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG) com especialização em ciências penais. Em 2011, assumiu a Superintendência de Direitos Humanos da Secretaria de Segurança Pública de Goiás e em 2013 dirigiu a Secretaria Municipal de Defesa Social. Adriana atua como deputada estadual na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, tendo sido a primeira candidata petista a ser eleita para o cargo. É candidata na coligação Goiânia Vida e Paz e tem como vice Deivison Costa (PTdoB).

Djalma Araújo

Djalma Araújo é vereador por Goiânia e candidato à prefeitura pela Rede Sustentabilidade, ao lado do vice Valmiro Batista. Atuando em seu sexto mandato, Djalma foi filiado ao PT por décadas, e, em 2015, ajudou a fundar a Rede no estado. Em 1992, quando foi eleito, rapidamente passou a representar grande parte da região norte do município de Goiânia. É bastante atuante na Câmara Municipal.

Flávio Sofiati

Flávio Sofiati é professor da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (UFG) e doutor em Sociologia pela Universidade de São Paulo. Ele é um dos fundadores do PSOL e é ligado a várias lutas sociais, com destaque para movimentos em defesa da juventude. Disputa pela primeira vez um cargo eletivo, ao lado do candidato a vice João Pucinelli, também do PSOL. Ambos disputam pela coligação Se a Cidade Fosse Nossa, composta pelo PSOL e PCB.

Francisco Júnior

O deputado estadual Francisco Júnior entrou na carreira política em 2005, quando foi nomeado secretário municipal de Planejamento no governo de Iris Rezende. Em 2008, foi eleito vereador e em 2010, deputado estadual, cargo que ocupa pelo segundo mandato. Francisco ajudou a fundar o PSD em 2011, legenda pela qual concorre à prefeitura. Junto ao candidato a vice, Coronel Pacheco, do PTB, forma a coligação Renovando Goiânia.

Iris Rezende 

Iris Rezende tem uma carreira consolidada na política. Ele já assumiu dois mandatos como governador de Goiás. Foi prefeito e vereador de Goiânia e deputado estadual. Rezende também já foi nomeado como ministro da Agricultura no governo de José Sarney e da Justiça na gestão de Fernando Henrique Cardoso. Rezende chegou a ter seu mandato cassado pelo regime militar, em 1969.  Em julho deste ano, o político de 82 anos chegou a anunciar o fim da sua carreira política, mas um mês depois voltou atrás. Ele concorre pela coligação Experiência e Confiança, fomada por seis partidos. Seu vice é Major Araújo.

Delegado Waldir

Natural de Jacarezinho (SC), Delegado Waldir (PR) foi o mais bem votado deputado federal na história de Goiás, em 2014. Nas eleições de 2010, Waldir Soares também concorreu como deputado federal e conseguiu pouco mais de 40 mil votos, tendo sido eleito suplente. Ele concorre pela coligação Honestidade e Coragem, composta pelo PR e PMN, ao lado da candidata a vice Rose Cruvinel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos