Pedro Paulo diz que fará governo de continuidade e acredita no segundo turno

Akemi Nitahara - Repórter da Agência Brasil

Um dos pelo menos cinco candidatos com chance de ir para a disputa em segundo turno no Rio de Janeiro, Pedro Paulo compareceu para votar pouco antes das 10h na Taquara, zona oeste da cidade, na presença de sua candidata a vice, Cidinha Campos, e do prefeito Eduardo Paes.

"Vamos fazer a escolha correta, vamos esperar até as 17h. Vou andar um pouco pela cidade, olhar como estão as votações, o prefeito e eu vamos rodar a zona norte, a zona oeste. Hoje é o dia de celebração da democracia, o eleitor está fazendo a sua escolha de quem será o próximo prefeito nos próximos quatro anos.

Ele lembrou que, apesar de aparecer nas pesquisas com índice de rejeição alto, o trabalho que vem fazendo na atual gestão da prefeitura é aprovado pela população. "Isso vai estar em jogo, a população de certo modo já conhece o conjunto dos candidatos, o que eles fizeram, o que não fizeram, aquilo que foi julgado, aquele que foi inocentado. É essa a avaliação que o eleitor deve fazer hoje, avaliar a nossa administração, o que nós fizemos de propostas para os próximos quatro anos do Rio".

Pedro Paulo também destacou a capacidade de diálogo de sua candidatura, que agrupou na mesma coligação partidos de diferentes espectros políticos. "Nós conseguimos agregar forças políticas para estar na minha candidatura. A minha vice Cidinha Campos é de um partido progressista, de esquerda [PDT]. Nós temos visões diferentes de outros partidos que também integram a nossa aliança, como DEM, do presidente [da Câmara dos Deputados] Rodrigo Maia. Nós conseguimos fazer esse tipo de coligação em favor do Rio. Isso que o eleitor tem que levar em consideração".

O prefeito Eduardo Paes disse que Pedro Paulo é garantia de continuidade dos atuais projetos da gestão. "Tenho tranquilidade de dizer que, ele ganhando a eleição, em novembro, ele já senta comigo ali na cadeira e começa a governar. Não tem aquela coisa de parar, repensar, vai fazer projeto, o sujeito interrompe projetos que são muito importantes só porque é outro governo, outo político. A candidatura do Pedro tem esta nitidez, representa a continuidade do nosso trabalho, porque foi o sujeito que junto comigo conduziu a prefeitura nos últimos anos,"concluiu.

*Colaborou Tatiana Alves - Repórter do Radiojornalismo EBC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos