PGR pede ao Supremo autorização para investigar deputado federal Zeca Dirceu

Ivan Richard Esposito - Repórter da Agência Brasil

A Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) autorização para investigar a participação do deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. Zeca é filho do ex-ministro José Dirceu, condenado na Operação Lava Jato e que está preso há mais de um ano em Curitiba, onde estão concentrados os processos do caso em primeira instância.

O pedido para investigar o deputado paranaense foi protocolado no último dia 30, mas só foi cadastrado hoje (3) no sistema processual do STF. O processo, que está sob segredo de Justiça,  apura crimes de lavagem de dinheiro, ocultação de bens, dinheiro ou valores.

O pedido de abertura de investigação será analisado pelo ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato no STF.

A reportagem não conseguiu contato com a assessoria do deputado Zeca Dirceu para comentar sobre o pedido de abertura de investigação feito pela PGR.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos