Polícia investiga morte de quatro presos em presídio do Ceará

Edwirges Nogueira - Correspondente da Agência Brasil

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa investiga a morte de quatro detentos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor José Jucá Neto (CPPL III), localizada no Complexo Penitenciário de Itaitinga 2, a cerca de 30 quilômetros de Fortaleza. Eles tiveram os corpos incendiados.

O crime aconteceu na madrugada do dia 3. Segundo a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), Michel Idelfonso da Silva, Evando de Macedo Vieira, Demontier Ferreira dos Santos e Fransueudo Pereira de Souza estavam na cela de isolamento da unidade quando presos quebraram a grade superior do local e retiraram os quatro homens. Eles foram queimados em um pátio que é chamado pelos internos de "banho de sol".

A titular da divisão, Socorro Portela está à frente do caso e explica que 115 presos da CPPL III foram ouvidos sobre o caso e que pelo menos mais 100 ainda serão ouvidos. Segundo ela, as vítimas haviam chegado há pouco tempo na unidade, oriundos de Iguatu (município do Centro Sul do Ceará). Familiares das vítimas também irão depor.

A Perícia Forense do Ceará (Pefoce) esteve na CPPL III e fez perícia no local do crime. O resultado também fará parte da investigação da divisão, que tem 30 dias para concluir os procedimentos, com possibilidade de prorrogação.

O Complexo Penitenciário de Itaitinga 2 é o mesmo local onde 18 presos foram mortos durante série de rebeliões ocorridas em maio.

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos