Furacão Matthew avança para a Geórgia e Carolina do Sul nos Estados Unidos

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

Depois de deixar mais de 1 milhão de pessoas sem luz na Flórida, o Furacão Matthew avança hoje (8) pelos estados norte-americanos da Carolina do Sul e da Geórgia. A intensidade dos ventos diminuiu. Ontem (7), os ventos chegaram a 210 quilômetros por hora e hoje diminuíram para 170 quilômetros por hora. Porém, os perigos ocasionados pelas fortes chuvas aumentaram. Os sites oficiais de Savannah, a mais antiga cidade da Geórgia, e de Charleston, na Carolina do Sul, estão alertando os turistas para que procurem ficar nos hotéis ou até mesmo saiam da cidade se houver um aumento das inundações.

As autoridades locais estão adotando medidas para evitar mortes nas cidades da Geórgia e de Carolina do Sul, a exemplo do que ocorreu no estado da Flórida, onde o furacão provocou cinco mortes.

As prefeituras de Charleston e Savannah divulgaram informações sobre o avanço da maré. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra que as águas do mar subiram pelas encostas e avançaram por áreas da cidade. O serviço de meteorologia de Charleston informou que a maré subiu quase quatro metros, o maior nível já registrado este ano.

Relatório do Departamento de Transporte da Geórgia informou que em Savannah árvores desabaram e estão bloqueando o trânsito. Por causa da queda de árvores, o tráfego pela Rodovia 95, uma das estradas interestaduais mais importantes da região, ficou interrompido no limite entre a Geórgia e a Carolina do Sul.

Segundo o serviço de meteorologia dos Estados Unidos, depois de avançar pela costa da Geórgia e da Carolina do Sul, o furacão Matthew vai chegar à Carolina do Norte. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos