Escola é ocupada em Campinas em protesto contra reforma do ensino médio

Elaine Patricia Cruz - Repórter da Agência Brasil

Mais uma escola foi ocupada por estudantes secundaristas no estado de São Paulo. Desta vez, foi ocupada a Escola Estadual Newton Pimenta Neves, localizada na região do Ouro Verde, em Campinas, interior paulista. Os alunos protestam contra a reforma do ensino médio e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um teto para os gastos públicos por 20 anos. A PEC foi aprovada na noite de ontem na Câmara dos Deputados.

Na última semana, três escolas tinham sido ocupadas em São Paulo. Um grupo permaneceu cinco dias na Escola Estadual Ossis Salvestrini Mendes, em Sorocaba, interior paulista, até ser retirado pela Polícia Militar. Na mesma cidade, foi ocupada ontem à noite, e desocupada espontaneamente pelos alunos, a Escola Hélio Del Cistia. Na capital, a Escola Estadual Caetano de Campos, no bairro da Consolação, foi ocupada na madrugada de sábado (8) e desocupada no mesmo dia.

Ao confirmar a ocupação na escola de Campinas, a Secretaria Estadual de Educação destacou que a Diretoria Regional de Ensino "tem investido no diálogo com os alunos que rejeitaram as tentativas de negociação". Em nota enviada à Agência Brasil, a secretaria diz que nenhuma das reivindicações do protesto é de responsabilidade da pasta.

"Um boletim de ocorrência foi registrado pela direção, que conta com o apoio da comunidade e dos pais e alunos para o fim da manifestação, que impediu os demais estudantes de assistirem às aulas hoje. A diretoria garante os 200 dias letivos, e todo o conteúdo será reposto", acrescenta a nota da secretaria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos