Peregrinos passam o dia de NS Aparecida rumo ao Santuário Nacional

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

No início da tarde de hoje (12) ainda havia devotos de Nossa Senhora Aparecida caminhando pelo acostamento da rodovia presidente Dutra rumo à cidade de Aparecida, no Vale do Paraíba. Desde 1º de setembro até a manhã de ontem (11), tinham passado por essa estrada mais de 5,5 mil romeiros a pé, segundo a concessionária Nova Dutra.

Muitos deles seguiram as orientações de segurança e usavam roupas coloridas e mais fáceis de serem vistas pelos motoristas E foi comum avistá-los com os seus cajados. Com experiências de vida diversas, todos demonstravam o mesmo sentimento, o de fé, seja em agradecimento por um desejo realizado ou por algo que ainda anseiam alcançar.

Um desses peregrinos, Ailton Carvalho, de 39 anos, mostrava-se exausto depois de caminhar de São Paulo até o Santuário Nacional, onde ainda conseguiu acompanhar a missa solene hoje (12) de manhã. Ele contou que saiu às 5h do último domingo, pernoitou em um hotel e depois retomou o passo para agradecer o fato de ter conseguido terminar a faculdade de administração de empresas.

"Eu tinha prometido que se terminasse a faculdade de administração de empresas faria esse sacrifício", explicou com o semblante de felicidade pelo cumprimento da obrigação assumida e também por já ter conseguido um emprego na profissão escolhida.

A minera Noemia da Silva Varella de Belo Horizonte, 72 anos, disse que sempre visita a Basílica, mas desta vez, além de pedir para que a santa proteja sua família, estava ali a espera de um milagre: "Minha amiga está em um CTI porque pegou uma bactéria e está sofrendo com hemorragia na garganta. Vim aqui pedir a Nossa Senhora Aparecida, que faz tantos milagres, e acho que ela vai fazer mais este para nós".


Aos 66 anos, o mecânico aposentado José Felizberto revelou que também vai com frequência a Aparecida e que, desta vez, tinha mais a agradecer por uma graça obtida em sua saúde. Assim como ele, eram muitos espalhados entre os fiéis na missa solene que lotaram o Santuário Nacional, onde a capacidade é para 35 mil pessoas. A expectativa da administração da igreja era a de receber, ao longo do dia de hoje, 160 mil pessoas, mas o número do total de devotos que de fato lá compareceram ainda não foi divulgado.


As festividades religiosas terminaram às 19h e às 23h30 ocorrerá um show com fogos de artifícios. Neste ano, as comemorações em homenagem à Padroeira do Brasil marcam o início de uma série de eventos que ocorrerão até 2017, pelos 300 anos do achado da imagem da santa por três pescadores no rio Paraíba do Sul.


Pela manhã, na missa sob o tema O Rosto Misericordioso de Maria, que contou com a presença entre outras autoridades do Geraldo Alckmin, foi lançada uma moeda comemorativa em três versões (bronze, prata e ouro) que estarão à venda para colecionadores. Este trabalho ocorreu em parceria entre os Correios e a Casa da Moeda.


Ao celebrar a missa, o cardeal arcebispo de Aparecida,Dom Raymundo Damasceno, defendeu medidas sociais que tragam mais dignidade à vida, manifestando a expectativa de que "cresça em todos a consciência cidadã, a responsabilidade de todos pela construção de uma sociedade mais justa, na qual todos possam ter acesso à educação, à saúde, à habitação e à terra e ao trabalho".


Ele também leu mensagem do Papa Francisco em que o sumo pontífice defendeu a luta pela erradicação do trabalho infantil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos