Desembolsos do BNDES caem 34% em relação a 2015

Mariana Branco - Repórter da Agência Brasil

Os desembolsos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) somaram R$ 62,2 bilhões de janeiro a setembro deste ano. O montante representa queda de 34% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados hoje (20) pelo banco de fomento.

Apesar do recuo no valor dos financiamentos, atribuído à recessão econômica, a instituição destacou, em nota, que "observa-se, com base em setembro último, uma menor queda no ritmo dos desembolsos em todos os setores apoiados pelo banco". O BNDES ressalta que essa melhora já teve impacto sobre o cenário global, uma vez que, no acumulado até junho, a queda nas liberações de financiamentos era de 42%.

Indústria de material de transportes puxou bom desempenho do setor nos desembolsos do BNDES Arquivo/Agência Brasil

O banco também indicou áreas pontuais que tiveram bom desempenho. Segundo o balanço, a indústria liderou os desembolsos nos nove primeiros meses do ano. O setor recebeu R$ 21,8 bilhões.

O resultado foi puxado pelo segmento de material de transportes, cujas liberações somaram R$ 9,5 bilhões, com alta de 27% na ante janeiro a setembro de 2015. Este segmento engloba aeronaves, veículos automotores, embarcações e equipamentos ferroviários e, segundo o BNDES, tem tido bom desempenho em 2016 por causa da alta nas exportações de bens de capital.

As consultas por financiamentos do BNDES, indicador de tendência dos desembolsos futuros, atingiram R$ 85 bilhões de janeiro a setembro deste ano, resultado 8% inferior ao de 2015.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos