Vários bairros de São Paulo ainda estão sem luz por causa das chuvas

Marli Moreira - Repórter da Agência Brasil

 Árvores caídas devido a temporal na tarde de ontem (20) danificam casas, postes e causam falta de energia em ruas do bairro da Lapa, região oeste de São Paulo Rovena Rosa/Agência Brasil

Até por volta do meio dia dessa sexta-feira (21), o fornecimento de energia elétrica continuava interrompido em vários pontos da zona oeste de São Paulo, que concentrou o maior volume de chuva na tarde de ontem (20). Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a pluviosidade média nessa região atingiu 49,8 milímetros (mm), enquanto a média na cidade foi de 13,1 mm. Isto representou quase 50% do total de chuva esperado para o mês de outubro (110 mm).

Além das fortes chuvas, ventos que atingiram até 60 quilômetros por hora arrancaram dezenas de árvores, afetando a rede elétrica. Em consequência, um homem morreu eletrocutado ao ser atingido por um fio na região do Mercado da Lapa.

Tanto na Lapa quanto nos bairros vizinhos, muitas residências e estabelecimentos comerciais ainda estão sem luz. Entre eles, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), maior centro de distribuição de hortifrutigranjeiros da América Latina, localizado na Vila Leopoldina. No entanto, segundo a Ceagesp, a comercialização não está prejudicada porque foram acionados os geradores internos do centro.

Transtornos

A falta de luz moradores atingiu moradores de várias ruas das áreas atingidas. Como um casal de idosos da rua Brentano, onde caiu uma das 154 árvores derrubadas pela chuva. "Eu e minha esposa, de 80 anos estamos sofrendo desde a tarde de ontem sem luz", disse Francisco Carvalho, 84 anos.

 Carvalho foi um dos prejudicados pela falta de luz no seu bairro Rovena Rosa/Agência Brasil

O idoso disse que foi feita uma ligação para a AES Eletropaulo por volta das 18h e que a empresa teria previsto o religamento para as 20h de ontem, mas até o final da manhã de hoje o fornecimento continuava interrompido. A Eletropaulo informou que 1.200 colaboradores da empresa trabalham para efetuar os reparos em toda a cidade.

A prefeitura informou que a passagem subterrânea Toca da Onça, na região da Lapa, inundada durante as chuvas, já foi reaberto aos pedestres. Só neste bairro, o volume de chuva atingiu 64,6 mm. Em Pinheiros, foram 47,6 mm. O CGE registrou estado de alerta para alagamentos entre as 18h25 e 19h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos