Polícia do Rio diz que torcedores do Corinthians causaram tumulto na rua

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

Vinte e cinco torcedores do Corinthians foram detidos depois do jogo contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro ontem (24), no Rio de Janeiro, suspeitos de circularem pelas ruas do entorno do estádio do Maracanã com paus e pedras. Segundo a Polícia Militar, durante a abordagem aos torcedores, quatro chegaram a invadir um prédio para fugir da prisão.

A confusão ocorreu no fim da noite. Antes, um grupo de torcedores do mesmo time já tinha promovido outro tumulto dentro do estádio. À tarde, antes do jogo, esse grupo começou a tentar invadir a área da torcida do Flamengo e depredou instalações do estádio.

Tumulto dentro do Maracanã

Durante a tentativa de impedir a invasão e a depredação, quatro policiais militares foram agredidos na arquibancada. O tumulto dentro do estádio foi controlado pela Polícia Militar com o auxílio de armas não letais.

Os torcedores puderam assistir ao jogo, mas, ao final da partida (Flamengo 2x2 Corinthians), as cerca de 3 mil pessoas que torciam pelo Corinthians ficaram retidos na arquibancada por mais de duas horas. Trinta e uma pessoas foram identificadas - por meio de imagens de câmeras de televisão - como suspeitas de agressão. Elas foram presas e autuadas.

Por meio de nota, o Corinthians criticou a decisão da Polícia Militar de punir coletivamente os 3 mil torcedores com a retenção no estádio após a partida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos