Segundo turno transcorreu de forma pacífica em São Paulo, diz presidente do TRE

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desembargador Mário Devienne Ferraz, disse hoje (30) que o segundo turno das eleições no estado de São Paulo transcorreu de forma positiva e tranquila. Segundo ele, não houve filas consideráveis e expressivas em nenhuma localidade e a única ocorrência foi em Osasco, com três pessoas presas por boca de urna.

Segundo o magistrado, foram substituídas 133 urnas eletrônicas, de um total de 15.306, o que corresponde a 0,86%. Em Jundiaí foram 28 urnas, em Franca, duas; Bauru, duas; Ribeirão Preto, três; Suzano, 13; Osasco, 13; e Guarujá, 19. Na região do ABC, São Bernardo do Campo teve 17 substituições; Diadema, 11; Santo André, 22; e Mauá, três.

Balanço positivo

"De maneira geral, as eleições transcorreram de forma absolutamente normal, como esperávamos. Tirando a ocorrência de Osasco, o balanço é extremamente positivo. Ainda não sabemos o número de abstenções, mas é natural que seja um número maior, o que é normal tendo em vista que alguns eleitores não querem votar porque seu candidato não foi indicado para o segundo turno. Outros não votam porque viajaram por conta do feriado da última sexta-feira e por causa do feriado de finados", afirmou Devienne.

Segundo o presidente do TRE-SP, a apuração deve ter início por volta das 17h30 e por volta 20h30 já deve haver um resultado expressivo. O encerramento total da apuração deve ocorrer perto das 22h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos