Seis pessoas são detidas por boca de urna em Fortaleza

Edwirges Nogueira

Da Agência Brasil

A Polícia Federal no Ceará autuou seis pessoas por boca de urna em Fortaleza. Entre elas, está um sargento da Polícia Militar. Segundo o superintendente regional Delano Cerqueira Bunn, a prisão do policial foi feita por militares da tropa federal que reforça a segurança do pleito em Fortaleza.

O contingente de 2,5 mil militares do Exército foi convocada a pedido do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) após a ocorrência de distúrbios envolvendo policiais militares no primeiro turno.

Até as 16h, a tropa havia atendido a 90 denúncias, que resultaram em quatro prisões. Em coletiva na sede do TRE-CE, no Centro de Fortaleza, o comandante da 10ª Região Militar, general Estevam Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, disse que o contato nas ruas entre o contingente e os policiais militares foi tranquilo.

"Não tivemos nenhum tipo de problema com a Polícia Militar. Tivemos um relacionamento bom, todo o pessoal presente nos ajudou e não tivemos qualquer tipo de incidente." Os militares vão atuar na capital cearense até o fim da apuração.

O TRE-CE prevê para as 20h (21h em Brasília) o resultado final das urnas de Fortaleza. Já em Caucaia, na Região Metropolitana, onde também ocorre segundo turno, a previsão é para as 21h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos