Obama faz campanha por Hillary e diz que Trump ameaça os direitos civis

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

Hillary Clinton e Trump fazem último debate antes das eleições dos EUAMark Ralston/Agência Lusa

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um dramático apelo para que democratas norte-americanos de todas as origens étnicas defendam a candidata Hillary Clinton e votem nela. Em discurso na Universidade da Carolina do Norte, em Chapel Hill (estado da Carolina do Norte), Obama alertou que o destino dos Estados Unidos - e do mundo - está em jogo.

Segundo ele, o candidato do Partido Republicano, Donald Trump, adversário de Hillary nas eleições para a presidência dos Estados Unidos, é uma ameaça aos direitos civis, duramente conquistados no país e no mundo. As eleições serão realizadas terça-feira próxima, 8 de novembro.

Em resposta, o candidato Donald Trump disse, em campanha em Pensacola, no estado da Flórida, que Obama deve parar de fazer campanha para Hillary Clinton e se concentrar em administrar o país. "O resultado final é que ninguém quer mais quatro anos de Obama", acrescentou. Numa referência às recentes pesquisas que mostram os dois candidatos tecnicamente empatados, Trump disse que Hillary Clinton está completamente "desorientada" nos últimos dias.

Ao citar o movimento dos direitos civis que ocorreu no século passado e foi marcado por rebeliões e marchas pelas ruas de várias cidades dos Estados Unidos e de outros países, o presidente Obama pretende motivar os apoiadores de Hillary a atuarem nos últimos dias da campanha para evitar o risco de uma derrota. A própria campanha de Obama, quando foi eleito em 2008 e 2012, teve como base a temática do movimento dos direitos civis, que lutou contra a discriminação e a segregação racial, entre os anos de 1955 e 1968.

O presidente dos Estados Unidos vem participando, nos últimos dias, de vários eventos ligados à campanha eleitoral. Essa maior participação de Barack Obama coincide com a disputa acirrada entre Hillary Clinton e Donald Trump. 

Além de Chapel Hill, o presidente norte-americano fará campanha por Hillary em algumas cidades da Flórida e também em Charlotte, a maior cidade da Carolina do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos