Projeto Curta Maria premia estudantes por filme sobre violência doméstica

Da Agência Brasil

Estudantes do Centro Educacional 2 de Sobradinho, no Distrito Federal, foram premiados hoje (8) no projeto Curta Maria por um filme sobre violência doméstica. Os trabalhos foram julgados por cem mulheres que já sofreram agressões.

O curta-metragem premiado, Foi só uma vez,  narra o que acontece com as vítimas de violência doméstica a partir de relatos que as mulheres agredidas guardam na memória.

"O projeto pode servir para mostrar às mulheres em situação de risco que existe uma lei assegurando-as, apesar de não ser tão eficaz, e que precisam denunciar e que também não existe só a violência física, elas podem estar sofrendo outros abusos sem saber", disse a estudante Aline Oliveira, uma das seis integrantes do grupo premiado.

A proposta e o prêmio surgiram inesperadamente, segundo o estudante Lucas Matheus, 19 anos. Ele e os cinco amigos decidiram participar do projeto e fizeram todo o curta em apenas um dia, da criação do roteiro até o último segundo editado. "A gente nunca imaginou que ganharia, tanto que quando ligaram pra dizer que nós ganhamos, foi uma surpresa", disse.

O projeto Curta Maria é uma parceria entre a organização não governamental (ONG) Casa de Educação Anísio Teixeira e diversos órgãos do governo de Brasília, como a Secretaria de Educação e a Administração Regional de Sobradinho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos