No Rio, bonde de Santa Teresa custará R$ 20, mas moradores nada pagarão

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O tradicional bonde de Santa Teresa, que voltou a circular no ano passado, depois de quatro anos parado, terá uma tarifa de R$ 20 a partir de 15 de dezembro. Segundo nota divulgada hoje (10) pelo governo do estado, a tarifa é considerada "turística", uma vez que os moradores de Santa Teresa poderão se cadastrar para usar gratuitamente o meio de transporte.

Segundo o governo estadual, a medida visa garantir os recursos necessários para a operação e manutenção do sistema, que liga o centro da cidade ao bairro, que fica em um morro e é marcado por várias ladeiras.

O cadastramento dos moradores será feito a partir do próximo dia 21, das 8h às 16h, na Estação Carioca dos Bondes (rua Lélio Gama, s/nº, Centro). Os moradores terão que apresentar comprovante de residência, identidade e CPF (original e cópia) e uma foto 3x4. Os dependentes que não possuem os documentos necessários poderão apresentar a certidão de nascimento.

Os bondes estão funcionando das 6h30 às 16h15, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 18h aos sábados. Não há operação aos domingos e feriados. Atualmente, os bondes circulam no trecho Largo da Carioca - Largo dos Guimarães, com saídas a cada 15 minutos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos