Doria pretende fazer 30 piscinões e tanques para combater enchentes em SP

Bruno Bocchini - Repórter da Agência Brasil

O prefeito eleito de São Paulo, João Doria, disse hoje (16) que pretende construir 30 piscinões e barragens para o combate a enchentes na capital paulista. De acordo com o futuro prefeito, até o momento, 21 desses equipamentos já têm regiões definidas para instalação, como Santa Cecília, Campos Elísios, Moema, Pirituba e Penha.

Doria rebateu as críticas de que os piscinões serão construídos, em sua maioria, na região central da cidade, em detrimento da periferia. "Piscinões terão prioridade de implantação onde os problemas são mais emergentes. A prioridade é essa, de onde o problema acontece para onde o problema não acontece", disse.

Hoje, o prefeito eleito participou da primeira reunião do grupo de trabalho de combate a enchentes, do qual fazem parte a prefeitura e órgãos do governo do estado de São Paulo, como a Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, a Defesa Civil e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

Atual gestão

Durante a Operação Chuvas de Verão 2015/2016, a Prefeitura de São Paulo identificou 287 pontos de alagamento frequente, sendo 40 deles em áreas de tráfego intenso. Nestes locais, segundo a administração municipal, foram realizadas ações preventivas, como limpeza de bocas de lobo e obras de microdrenagem.

Segundo a prefeitura, foram limpos, no último verão, 311.547 metros cúbicos de piscinões, 244.140 bocas de lobo, 55.370 poços, 1,3 milhão de metros de ramais de córregos e 551.897 metros de galerias pluviais.

"A Prefeitura de São Paulo está executando o maior plano de obras de combate a enchentes dos últimos anos, cujo objetivo é aumentar em mais de 50% a atual capacidade de reserva de água na cidade", destacou a administração, em nota.

Segundo a prefeitura,  há 13 grandes ações de drenagem em andamento - cinco em obras e oito contratadas. Destas obras, três estão em fase adiantada: Ponte Baixa, em M'Boi Mirim; Cordeiro, em Cidade Ademar; e Sumaré, na Lapa.

Além das ações de macrodrenagem, segundo a gestão municipal, foram concluídas 82 obras do Programa de Redução de Alagamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos