Em Campinas, aluno de escola de cadetes morre por infecção generalizada

Camila Boehm - Repórter da Agência Brasil

A Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), localizada no município de Campinas, informou a morte de seu aluno Eduardo Gonçalves Oliveira decorrente de uma infecção generalizada causada pela bactéria estafilococos. O rapaz morreu na noite ontem (16), às 23h50. O diagnóstico é do corpo médico do Hospital Madre Theodora, acompanhado pela equipe médica do Hospital Militar de Área de São Paulo (HMASP).

Em nota, o Comando da EsPCEx disse que, apoiado no diagnóstico dos médicos e da análise dos infectologistas, não há conexão entre a morte de Oliveira e outros seis alunos que foram internados recentemente.

Os seis alunos que passaram mal em 15 de novembro, já foram atendidos e medicados, segundo a escola. O diagnóstico foi de amigdalite, e eles foram "internados para observação por precaução médica". A escola acrescentou ainda que não é caso de febre maculosa e que, tanto Eduardo Oliveira quanto o restante dos alunos, não estavam retornando de um acampamento.

"A última atividade de campo da escola foi na semana entre os dias 17 e 21 de outubro, em área descontaminada, frequentemente utilizada pelas organizações militares de Campinas nas atividades de instrução", informou o comando.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos