Membros do Conselhão sugerem "governança de políticas sociais"

Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil

Na primeira reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o governo ouviu dos integrantes do órgão uma sugestão para aplicar uma "espécie de governança de políticas sociais". De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, a proposta foi feita pela economista-chefe da empresa XP Investimentos, Zeina Latif, que faz parte do chamado Conselhão.

"[A ideia é o] governo fazer uma análise criteriosa, de item por item, dos seus investimentos na área social: educação, saúde, segurança, habitação, transferência de renda, o próprio Bolsa Família. Foi uma boa sugestão", disse Padilha.

Durante a manhã, os conselheiros estiveram frente a frente com o presidente Michel Temer, que comandou pela primeira vez uma reunião do órgão. Parte das intervenções focou na defesa de medidas impopulares para a retomada do crescimento econômico. À tarde, os 96 integrantes do Conselhão se dividiram em cinco grupos de trabalho para discutir temas específicos. Segundo Padilha, ao final do encontro, o fundador da ONG Afroreggae, José Júnior, disse que a pauta estava "muito inclinada" para o desenvolvimento econômico e sugeriu uma manifestação do órgão sobre a área social.

"Hoje o que nós fizemos foi ouvir. Ouvimos muito. Ouvimos, pela parte da manhã, 12 representantes, e agora à tarde, 72 participantes foram ouvidos de alguma forma ou de outra. Penso que foi dia de muita audição e muitas sugestões positivas, que acabamos acolhendo e vamos implementar", disse Padilha, ao final das reuniões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos