Petição quer tornar calçada portuguesa Patrimônio Imaterial da Humanidade

Marieta Cazarré - Repórter da Agência Brasil

Uma petição pública pretende elevar a tradicional calçada portuguesa a Patrimônio Nacional Imaterial da Humanidade. A campanha foi lançada no início de outubro deste ano, em Portugal, e até hoje (21) 3.151 pessoas assinaram o documento online. O objetivo é atingir 5.000 assinaturas, para que o pedido possa ser discutido no plenário do parlamento português.

A iniciativa é do português Fernando Pereira Correia, calceteiro [pessoa que trabalha com calçadas portuguesas] de 53 anos, que começou a trabalhar no ramo aos 14 anos de idade. Ele apresentou a proposta na Assembleia da República no dia 28 de agosto deste ano, numa audiência na Comissão de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto.

Correia defende que a calçada portuguesa é um símbolo nacional reconhecido em todo o mundo e "apreciada pelos turistas que nos visitam e que leva o nome de Portugal além-fronteiras". Ele afirma ser necessário investir em escolas de calceteiros, não só para preservar o patrimônio existente, mas também para que esta tradição, tipicamente portuguesa, não desapareça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos