Chapecó vinha representando com muita honra o Brasil, diz ministro do Esporte

Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil

Equipe catarinense disputaria amanhã primeiro jogo da final da Copa Sul-AmericanaMarcio Cunha/Agência Lusa

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, divulgou nota na qual diz que a pasta e o governo brasileiro estão trabalhando para apoiar os esforços de resgate e o tratamento dos sobreviventes da queda do avião que transportava a delegação da Chapecoense, jornalistas brasileiros e cidadãos de Chapecó, que se deslocavam para a Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana.

Na mensagem, Picciani afirma que o governo prestará todo tipo de auxílio possível às famílias das vítimas do acidente. E acrescenta: "o time de Santa Catarina vinha representando com muita honra o Brasil na competição. A campanha histórica da Chapecoense é motivo de orgulho para todos os brasileiros."

"Pessoalmente, e em nome do Ministério do Esporte, lamento profundamente a tragédia e me solidarizo com familiares, amigos das vítimas e a população de Chapecó", diz ainda a nota de Picciani.

Oitenta e uma pessoas estavam a bordo e 76 morreram, segundo as autoridades colombianas. A equipe do Chapecoense viajava para Medellín, na Colômbia, onde disputaria a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, amanhã (30) à noite. O segundo jogo seria em Curitiba.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos