Topo

Belo Horizonte irá decretar situação de emergência após chuvas intensas

Léo Rodrigues - Correspondente da Agência Brasil

2016-12-13T19:44:40

13/12/2016 19h44

Após as chuvas intensas dos últimos dias, a prefeitura de Belo Horizonte decidiu declarar situação de emergência. Segundo o coordenador municipal de Defesa Civil, Alexandre Lucas, o decreto será publicado pelo prefeito Márico Lacerda amanhã (14) e terá validade por 180 dias. Os temporais vêm causando danos desde o início do mês. Segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec), em apenas 13 dias, a região da Pampulha contabilizou 331,5 mm e superou a média histórica de chuva da capital mineira para dezembro, que é de 319,4 mm. Outras regiões da cidade, como leste, nordeste, norte e o bairro de Venda Nova, já alcançaram mais de 90% da média. "São muitos danos e a soma deles demanda uma reposta administrativa e operacional mais ágil. Não é que falte recursos. O decreto é uma medida para que possamos aplicar os recursos de forma mais rápida", explica Alexandre Lucas. Nas últimas 24 horas, Belo Horizonte registrou inundações e enxurradas em diversos pontos da cidade. A região de Venda Nova foi a mais afetada e a Avenida Vilarinho, uma de suas principais vias, registrou a terceira enchente desde o início do período chuvoso. Carros ficaram empilhados uns em cima dos outros e passageiros de um ônibus precisaram se proteger das águas subindo para o teto do veículo. No bairro Jardim Felicidade, na região norte, quatro crianças que se dirigiam para a escola foram arrastadas e uma delas, de 11 anos, morreu. Previsão A Comdec emitiu um alerta para a possibilidade de mais chuva forte nos próximos dias. Entre hoje (13) e quinta-feira (15), a estimativa é de que a região da capital onde houver mais chuva registrará entre 80 e 100mm na soma dos três dias. Segundo o meteorologista do órgão, Dayan Diniz de Carvalho, até quinta-feira (15) deve haver pancadas de chuva tanto em Belo Horizonte, como em outras cidades da região metropolitana. "Teremos calor e sol típicos do período de transição entre as estações primavera e verão, com temperaturas em torno de 30°C. As chuvas devem ocorrer mais no fim da tarde, à noite e de madrugada".